A legislação sugere duas semanas na cadeia para quem for visto beijando pessoas do mesmo sexo ou até mesmo andando de mãos dadas em público na Rússia.

O país é e foi muito criticado por banir os direitos LGBT alegando que isso poderia fazer com que a população acreditassem que manter relações sexuais com pessoas do mesmo sexo é normal.

A lei foi decretada pelo Presidente Vladimir Putin em 2013. “Homossexualidade é uma grande ameaça para toda pessoa normal e pode afetar até as crianças”.

No caso, a pena só se aplicaria aos homens uma vez que o comunista Nikitchuk afirmou em uma rádio Russa que as mulheres são mais sensatas.

COMPARTILHAR